Buscar
  • Lilian Ferrari

A Restrição e a Reflexão



Era uma vez uma cidade. Grande, movimentada, apressada, conectada 24 x 7 (24 horas nos 7 dias da semana) . E nessa cidade vivem pessoas movimentadas, apressadas e conectadas.

A cidade e as pessoas 24 x 7 precisam sempre ter tudo à mão: dos mais sofisticados smartphones aos recursos mais básicos como água e luz. Mas básico é básico, tem sempre, né? (Tem sempre?)

Tendo tudo sempre à mão, a velocidade das pessoas aumenta. As expectativas aumentam. A tolerância diminui.

Quanto maior a velocidade da internet, dos carros, das redes sociais, parece que sobra menos tempo. Menos tempo para pausar, relaxar... Menos tempo até para pensar...

E então, certo dia, em um bairro desta cidade, acabou a luz. E a luz não voltou 1 ou 2 horas depois, como sempre ocorrera...

Foram 24 horas sem luz. Restrição.

Sem luz, sem TV, sem rádio, sem internet, sem lava-louças, sem lava-roupas, sem cafeteria elétrica, sem George Foreman Grill, sem água quente no chuveiro. Sem ventilador no calor.

Restrição. Como??? E agora???

Sem previsão de retorno, pensei. Eu nasci com energia elétrica à disposição. Fartura de energia. Fartura de tomadas. 110V e 220V. Dava até para escolher!

E então chegou a Reflexão: mas nem sempre foi assim e assim as pessoas viviam.

E então, resolvi fazer coisas sem luz. E a primeira coisa que fiz (e nem sempre fazemos, mesmo quando temos luz) foi agradecer pois estava em casa naquele dia. Agradeci e pensei que os estabelecimentos comerciais do meu bairro estavam sim em uma situação bastante complicada. E comecei a olhar em volta e ver quantas coisas podia fazer sem ligar a luz. Era um dos últimos dias do ano. E resolvi fazer uma arrumação na minha casa para deixa-la bem linda para o 2015 que já estava chegando. Borrifei óleo de lavanda e perfumei minha casa, cômodo por cômodo. Senti gratidão por ser feliz e ter minha casa. Sem luz. Com cheiro de lavanda. Peguei meu livro de orações e fiz algumas. Esquentei uma água na chaleira e fiz um café com cafeteria elétrica movida à agua quente do fogão! Sentei na minha varanda e olhei a paisagem. E notei algumas pessoas nas janelas dos prédios vizinhos, olhando para a rua. Como eu, na varanda. Eu adoro minha varanda, mas normalmente não fico muito tempo nela. Restrição traz Reflexão.

À meia-noite em ponto, a luz voltou!

A luz era a mesma, mas eu era outra. Eu percebi que fui feliz nestas 24 horas. Fui feliz sem luz também.

Foi uma pausa de 24 horas da inércia, do automático. Como o ritual de Shabat, mas este foi numa segunda-feira. Como a pausa é importante...

Desde aquele dia, penso sempre, quantas coisas não deixamos de ver e de fazer, quando temos tudo à mão sempre. No que estamos deixando de ver quando a velocidade da vida fica muito alta. Reflexão para pensarmos no que realmente importa e faz sentido. No essencial. No básico.

Fica a reflexão : O que te faz realmente feliz precisa de luz?


(Lilian Ferrari é apaixonada pela evolução do indivíduo na vida prática como forma de alcançar realização e felicidade e também pelo tema da comunicação como elo transformador das relações profissionais e pessoais) www. lilianferraricoaching.com

0 visualização

Av. Paulista, 726 - 17º andar - cj 1707 -  São Paulo - SP

(11) 9-99434-0755

©2019 by Lilian Ferrari Coaching. Proudly created with Wix.com